26 maio 2010

A sina


tudo o que se tem passado

pelos passados que nos passaram

ainda não é mais forte que o futuro-ouro

dos nossos dias de amor.

toda as angústias e as mentiras

as fábulas que nos criaram e os disfarces: são tão breves

que em meu leito, na tua ausência, eu presenteio: a sorte.

Postar um comentário