17 junho 2014

Não te esqueci

eu descobri um novo verso pra me fazer feliz
que se chama o teu nome que evoco
com nome de boca aberta

e eu nem sei negar mais te perder
saberia dizer mil nomes sobre o amor de alguém e teus nomes
todos em mil e uma letras de cor

mas salteei um pouco pra te dar tempo
em que meu sorriso visse teu pé direito

meu amor, eu não te abandonei
só esqueci que existia um blog pra te
consagrar (foi uma falta de memória e vida, que o destino manda)

mas não mandaria nunca mais
sobre as estações
(este que é inverno chega devagar, pra poder mansinho rosnar comigo mesmo um pouco
do edredon)
Postar um comentário